MAGALI ABREU

 

 

 

Em 2013 por paixão escolheu a fotografia, e desde então vem se profissionalizando, já tendo inclusive participado de 20 exposições em Salvador, Feira de Santana, Camaçari e São Paulo, sendo que cinco delas autorais, “Mar de Saberes”, que abordou a vida dos pescadores artesanais na Bahia, "Esquinas do Mundo" sobre o mundo de sensações da natureza infantil, “Anverso”,  mostrando seu olhar sobre os mascarados da Bahia", e "Iemodjá I e II" sobre a festa de Iemanjá no Rio Vermelho em Salvador- Ba.

As viagens como forma de aprimorar seu olhar e conhecer outras culturas, também estão presentes na sua vida, tendo já passado por vários países.  "Hoje faço fotografia para me expressar, por que percebo o quanto coloco da minha personalidade e vivência no meu trabalho", costuma dizer.  

Atenta às sensações que as imagens podem causar tanto nela quanto em quem as observa, busca constantemente a descoberta do sensorial. "A fotografia me encanta por que me permite fazer essa viagem ao mundo subjetivo, misterioso e sutil", conta. E conclui:  "Sendo fotógrafa e amante da arte, desejo através dos meus trabalhos, ver o meu mundo artístico dar emoção à vida das pessoas!".

 

 

                                      

 

Para conhecer mais obras, clique aqui.