DIDA MURTA

 

 

 

 

 

Carlos Murta de Oliveira Filho, nome artístico Dida Murta. Nasceu em Serrinha, uma pequena cidade do Estado da Bahia, na planície do sertão nordestino do Brasil. Ele veio de uma terra assolada por constantes secas e marcada por imagens fortes de resistência e desafios.           
Desde muito pequeno, lápis, canetas e pincéis eram seus brinquedos favoritos. Seu potencial artístico era tão óbvio, que sua mãe e melhor amiga o apoiou inquestionavelmente. Autodidata, Dida Murta iniciou sua carreira profissional em 1980, já com uma histórica e bem sucedida exposição individual na renomada Galeria ICBA, em Salvador (BA). Já naquele momento, era perceptível que ele mimetizava as fortes influências de mestres como Erté, Dali, Miró e Gaudi. Desde então, tem sido premiado e reconhecido, apesar do fato de viver e produzir seus trabalhos muito afastados dos tradicionais circuitos do mundo artístico.         
Vivendo em Lençóis; cidade baiana secular aos pés da Chapada Diamantina, um dos mais espetaculares santuários ecológicos do planeta, Dida Murta é completamente conectado e comprometido com a natureza. Sua série de “Calangos” traduz, através da arte milenar do “Bico de Pena”, a colorida e fascinante jornada de sua arte em simbiose com a Natureza.

                       

 

Para conhecer o acervo do artista, clique aqui.